sexta-feira, 29 de abril de 2016

tutorial losangos # parte 1

sexta-feira, 29 de abril de 2016
A manta candy sugar está a avançar. Tem já os losangos todos unidos e agora vai passar para a fase dos remates, seguindo-se depois a barra final. Os meus olhos gostam do que vêem, o trabalho irradia luz, são cores propícias ao efeito.
.
Antes de começar a manta experimentei diferentes formas de fazer losangos, em ponto alto, ponto baixo, filet, com borbotos, entre outros efeitos. Acabei por optar por fazê-los lisos e em ponto alto. Segue-se o gráfico que me serviu de guia para a execução dos losangos. A imagem ficou disparatadamente grande... pelo menos vê-se bem :)
Os losangos num passo a passo:
Começamos por montar 4 pontos de corrente.
1ªcarreira: fazemos dois pontos altos no primeiro ponto de corrente que crochetámos. 

.
Viramos o trabalho e passamos às carreiras seguintes. Da 2ª à 8ª carreiras: crochetamos os aumentos no primeiro e último pontos de cada carreira, ou seja, iniciamos cada carreira com 3 pontos de corrente e um ponto alto na mesma malha (ponto da carreira anterior), crochetamos pontos altos em todos os seguintes e no último de cada carreira crochetamos dois pontos altos, na mesma malha (ponto da carreira anterior). 
.
Assim, na 8ª carreira teremos um total de 17 pontos altos. 
.
A partir da 9ª carreira até à 16ª, inclusive, passamos às diminuições. Iniciamos cada carreira só com dois pontos de corrente e a partir do segundo ponto seguimos com pontos altos, nos últimos dois pontos de cada carreira fazemos outra diminuição, ou seja, crochetamos dois pontos altos juntos. 
.
Seguimos sempre com as diminuições em cada carreira e chegados 16ª, última, fazemos dois pontos de carreira seguidos de dois pontos altos crochetados juntos. Rematamos e temos o losango feito.
.
Podem ir treinando os losangos. Em breves dias volto com a 2ª parte deste tutorial - os triângulos! 
Divirtam-se e tenham um excelente fim-de-semana.


Até já
Ana Lado B


terça-feira, 26 de abril de 2016

Gostaria de os ter na estante...

terça-feira, 26 de abril de 2016
Hoje dou-vos a conhecer alguns livros publicados por bloggers, que se dedicam ao crochet de design, que eu gostaria muito de ter. Todos diferentes, seja no design, nas técnicas, na escolha das cores ou dos materiais, mas aos meus olhos são todos muito atractivos. São fortes fontes de inspiração e bons manuais de aprendizagem. Na sua maioria não se encontram traduzidos, encontramo-los em inglês, alguns em espanhol, outros nem numa, nem noutra, só mesmo na língua original, como por exemplo os de autoria holandesa. Nesses a tarefa de seguir as receitas torna-se-ia impossível não fosse o caso das mesmas virem acompanhadas dos respectivos gráficos e diagramas para colocarmos o olhómetro a funcionar. Vejamos a que livros me refiro.
.
Este primeiro é da autoria de Maaike Van Koert do blog Crejjition . Segue-se um dos livros da Claire Boeter, do blog By Claire que sigo desde 2013 e que me fascina pela forma como mistura as cores, com os seus tons sempre vivos, alegres e frescos, como a própria os define.
.
Depois temos a incomparável e desafiante Molla Mills, com um design muito próprio. O seu terceiro livro - Modern Crochet- encontra-se traduzido em inglês e espanhol. Especialmente dedicado ao crochet de tapeçaria, o design minimalista e monocromático da designer é deveras entusiasmante e muito atraente. Podem conhecê-la um bocadinho aqui.
.
Depois destes três seguem-se outros títulos que gostaria muito de adquirir como os de, Laura Strutt, Emma Lamb, Agnieszka Strycharska Kat Goldin. São muitos os livros sobre a temática, muitos valerão a pena, outros nem por isso. Obviamente que a escolha se prende com o gosto e exigências de cada um. Os meus seleccionados são muito diferentes uns dos outros mas aos meus olhos todos muito interessantes. Dos que destaco em imagens, os dois primeiros aproximam-se pelas técnicas usadas mas afastam-se na escolha das cores e nos materiais (fios) usados. O terceiro é completamente distinto dos anteriores, seja nas técnicas, nas cores, nos materiais ou no conceito. Pessoalmente, embora tenha algumas tendências, o facto é que sou bastante ecléctica. O que eu gosto mesmo é de misturar cores, fazer uso de materiais e claro, fazer crochet. Tenho pena que não hajam mais títulos sobre a temática do crochet de design traduzidos para a nossa língua, mas mesmo assim, já podemos encontrar títulos da Marion Madel, da Debbie Bliss, da Nicky Trench ou da Erika Knight, o que já não é nada mau.
Mas com ou sem livros, cultivemos o nosso gosto e crochetemos!


Até já
Ana Lado B




quinta-feira, 21 de abril de 2016

Cores candy sugar

quinta-feira, 21 de abril de 2016
Ando a terminar trabalhos que andam na cesta há uns tempos. Após ter terminado o Xaile peguei neste que hoje vos mostro. Comecei-o no início do ano, queria experimentar as cores e também o modelo em losangos. O projecto andou pela fase  faz e desmancha durante algum tempo. Da última vez que o desmanchei tinha já mais de um quarto dos motivos unidos mas olhava para o resultado e não me agradava, os meus olhos não se convenciam do que viam. O problema residia no factor "como unir os losangos?". Existem várias técnicas para o efeito e eu imaginara uma mas não estava a conseguir reproduzi-la. Finalmente, encontrei um caminho, que no início parecia um quebra-cabeças mas após duas carreiras apanhei-lhe o jeito. Num post futuro mostro-vos onde aprendi esta união e também como se fazem os losangos.
.
Estes tons marcam os anos cinquenta. Em determinada altura dos anos oitenta passaram pela moda, tipo flecha, lembro-me muito bem das raparigas vestidas com estas cores, parecíamos um desfile de gelados! Agora estão de regresso à decoração retro e vintage, tão em voga. Não as uso na minha casa, pensando bem não é bem assim, tenho algumas salpicadelas destes tons pela minha cozinha, em pequenos objectos e acessórios. Embora sejam cores que não uso com regularidade reconheço a harmonia, serenidade e  romantismo que transmitem. Tudo depende da forma como as olhamos e decidimos usá-las. Sigo uma blogger que é designer de interiores e que faz muito uso destes tons, com resultados muito felizes. Espreitem aqui  , é um dos inúmeros exemplos que aparecem no blog. Outro exercício que podem fazer é o seguinte, experimentem colocar no vosso motor de busca the colors from fifties e entrem pelo link imagens. É um mundo! Guardem umas horinhas para andarem por lá.
Eu quis experimentar uma paleta com estas cores e sem dúvida que os losangos acertam na mouche, um desenho minimal que cria um efeito surpreendente, acrescido ao facto de também estar muito em uso no design actual.

.
.
Já adivinharam o que estou a fazer, certo? Pois é verdade, mais uma pequena manta. Sou uma mantaólica sem grande esperança de recuperação :) Mas as mantas de pequeno formato são extraordinárias para experimentarmos pontos e efeitos, daí a minha insistência em fazê-las... ok, também é vício. Não tenho culpa... olho para cores e vejo quase sempre mantas!
Esta experiência com cores candy sugar reafirma a minha visão sobre o conceito de cor - mesmo quando achamos que pouco nos dizem devemos pegar-lhes e experimentá-las, há sempre uma proposta que nos coloca um sorriso nos lábios. Em breve a minha Manta Candy Sugar ficará pronta, mas para isso ainda tenho de fazer as outras diagonais de união, rematar as pontas e fazer uma barra a toda a volta... está quase.


Até já
Ana Lado B



terça-feira, 19 de abril de 2016

Aventuras!

terça-feira, 19 de abril de 2016
Ainda não vos disse mas já recebi a revista que ganhei no sorteio da Virgínia, que também teve a amabilidade de me enviar uns mimos extra, uns tecidos para ajudar às costurices.
.

.
Acreditem que por aqui se aproxima uma fase de grande aventura, Ana Lado B vai costurar (!). Ah pois é, aqui a minha pessoa vai pegar em linhas, agulhas (e talvez dedal), e há-de sair um pequenote, ou melhor, uma pequenota bem catita... digo eu. A original é muito querida.

Veremos como me vou sair. Mas só pego neste projecto mais para o final do mês, pois ainda tenho alguns trabalhos por terminar e não quero que corram o risco de ficarem encostados à box durante o Verão. Por isso, em breves dias voltarei aqui com um desses trabalhos, ou parte dele.


Até já
Ana Lado B

quarta-feira, 13 de abril de 2016

Xaile (folk) Novo

quarta-feira, 13 de abril de 2016
Terminei o meu xaile em ponto granny. Gosto de chamar-lhe xaile folk. Disse aqui que os meus olhos se sentiram atraídos pelas cores de uns novelos que não hesitei comprar mas que ao trabalhar o fio o senti áspero, rígido e demasiado sintético. É verdade, caso o trabalho tivesse sido executado num fio de qualidade superior o resultado final seria um trabalho macio, com um cair bonito. Sabem qual é a minha questão? para o tipo de trabalhos que gosto de fazer encontro sempre paletas de cor extraordinárias em acrílicos, cores que não encontro noutro tipo de fios. Ainda não consegui encontrar um fio que junte os três factores que acho mais importantes: paleta de cores muito diversificada, muita qualidade e bom preço. Há que continuar a procurar, talvez por encomenda na net consiga o que pretendo, ando a indagar. Mas sabem que mais, apesar da rebeldia do fio acabei por conseguir um xaile que faz bem aos olhos e com certeza absoluta irei encontrar muitas ocasiões para o usar.





.
As barras foram surgindo, sem desenho prévio. E cá está o meu xaile folk que servirá de protótipo para os seguintes. Gosto tanto que com certeza farei mais, só ainda não pensei nas próximas combinações de cor mas não tarda hão-de surgir.


Até já
Ana Lado B



quinta-feira, 7 de abril de 2016

Abertos e fechados

quinta-feira, 7 de abril de 2016
Abertos e fechados, ou crochet de filet, muito fácil de executar e produz grandes efeitos. Quando era miúda e aprendi a fazer crochet, fiz vários pequenos trabalhos com esta técnica. Lembro-me de uma almofada, de uma camisola, de umas barras para os armários da cozinha da casa da minha mãe... pena não saber onde estão guardados. Era giro voltar a vê-los. Nos dias de hoje para que estes trabalhos sejam bem conseguidos, isto é, para que ganhem um aspecto actual, tudo é contabilizado para o resultado final: as conjugações de cor, o tipo de fio, a espessura do mesmo, o gráfico/desenho e a escolha do modelo pretendido. Hoje deixo-vos o gráfico que desenhei para a manta Benedita Spring.
.
Se repararem, na mudança de cor existe uma carreira que se repete, ou seja, a última carreira de uma cor e a primeira da cor seguinte, são sempre iguais. É simples, só há que estar atento às contagens dos pauzinhos. A vontade de pegar num set de cores e fazer uma manta com abertos e fechados era já uma ideia fixa e como o casaquinho da Benedita gastou tão pouca lã, surgiu a oportunidade de fazê-la. Ficou tal como imaginei, colorida, divertida e actual.
.
.
Gosto tanto de ver estas cores juntas. O modelo que me inspirou para a execução desta tem cores diferentes, mas também muito bonitas, a da Illaria. Aliás, ela tem duas versões de cores para o mesmo gráfico. Todas estas mantas criam losangos, efeito que gosto particularmente, mas existem milhentas hipóteses de desenho. Eu tenho já outro gráfico desenhado, bastante diferente deste. Hei-de pegar-lhe neste Verão, vou divertir-me a ver o desenho a aparecer e a apreciar o resultado. Se nunca experimentaram crochet de filet, aqui têm a oportunidade. Podem começar pelo gráfico (muito simples) que vos apresentei hoje, adaptem-no ao modelo que vos apetecer, façam as vossas mantas, almofadas, pegas de cozinha, sacos, camisolas, coletes, o que quiserem. Com uma, duas, muitas cores, peguem nos materiais e dêem asas às vossas ideias.


Até já
Ana Lado B


sábado, 2 de abril de 2016

Bom dia Alegria!

sábado, 2 de abril de 2016
Que grande e boa surpresa que eu tive hoje de manhã quando, como habitualmente aos sábados, fui visitar o blog Annemarie's Haakblog e... Tcharan!!! o casaquinho de bebé Benedita Spring foi destacado este fim-de-semana na Link Party da Annemarie! Eheheheh fiquei tão feliz e tão agradavelmente surpreendida. Que forma tão magnífica de começar o fim-de-semana! Obrigada Annemarie

Já viram, que bem acompanhado que está o casaquinho Benedita Spring :)
Visitem a Link Party da Annemarie, desfrutem, participem e divirtam-se!
Tenham um fim-de-semana maravilhoso.


Até já
Ana Lado B


Faz bem aos olhos | Crochet - Crafts - Lifestyle © 2014